Com o crescimento do AD BLOCK, o que seu marketing vai fazer?

Tempo de leitura: 4 minutos

Seja qual for o seu navegador (Chrome, Safari, Firefox, ou outro), as possibilidades de adicionar extensões e aplicativos são muitas.

Os mais procurados hoje em dia são os aplicativos de Ad-Block, aqueles que bloqueiam anúncios em ambientes online, seja em vídeos, sites e até mesmo nas redes sociais.

Atualmente, o marketing digital cresceu absurdamente, entretanto, cada vez mais usuários estão bloqueando os ads porque não se interessam por eles e porque consideram que atrapalha a navegação

Frente ao crescimento dessas ferramentas, uma nova preocupação surge: a mídia online corre o risco de perder clientes, patrocinadores e alcance se não conseguir atuar com criatividade para atrair, converter e despertar o interesse de novos clientes.

É uma difícil tarefa, e enquanto isso, os números de downloads dos Ad-Blocks crescem. Para você ter uma ideia, só nos EUA, 45 milhões de usuários bloqueiam anúncios!

crescimento de ferramentas ad block

Os justos pagam pelos pecadores:

Sabemos que nem todos os anunciantes agem de acordo com as boas práticas de anúncios em mídia online. Oferecendo mensagens repetidas ou mesmo genéricas para grupos heterogêneos de pessoas.

Erram no timming, na frequência e na segmentação de seus anúncios. Com isso, os usuários acabam se irritando por serem perseguidos por ofertas que não lhes interessam ou pelas quais nunca pediram.

Desta maneira, por mais que você sempre tenha trabalhado suas campanhas de Ads de maneira ética e inteligente, você também acaba penalizado por esta prática crescente no meio dos usuários. Pois em sua maioria, as ferramentas de Ad-Block não permitem uma segmentação do que se quer ou não bloquear. Se é anúncio, está fora!

O prejuízo do Ad Block:

As ferramentas inovaram ao serem disponibilizadas em três plataformas: mobile, desktop e tablets! Assim, empresas de publicidade, responsáveis pelo marketing digital estão refazendo e reconsiderando suas propagandas, chegando ao ponto de fazer acordos com os próprios Ad-Blocks acerca dos bloqueios.

O objetivo é encontrar soluções para que o lucro digital volte a crescer dentro dessa mídia online, como foi o caso da empresa Aquto que dava aos seus clientes 50 MB de dados livres se vissem algum vídeo da marca…

Nesse ano de 2015, até o momento, foi estimado que 22 milhões de dólares foram perdidos em termos de lucro com propagandas virtuais devido aos 198 milhões de usuários que estão espalhados pelo mundo.  Mais um fato curioso e interessante: os Ad-Blocks cresceram, apenas nesse ano, 41% em escala global!

Gigantes como a Apple, devido à crescente demanda que vem direto dos usuários estão cogitando inclusive inserir no iOS9 como uma feature nativa o bloqueio de ads para iPhone e iPads.

Com este cenário desenhado, as empresas de marketing digital têm de encontrar soluções para manter o ROI de suas ações como: marketing de retenção de clientes, estratégias avançadas de SEO e produção de conteúdo.

E agora? O que fazer?

Apesar do grande impacto que o crescimento destas ferramentas têm causado os anúncios online ainda são uma grande forma de adquirir clientes e são eles quem recebem a maior parte dos investimentos das empresas em marketing.

No entanto eles não são a única forma de aumentar a receita, tampouco de adquirir novos clientes. Retenção de clientes passa a ser uma estratégia ainda mais importante no mix de marketing de uma empresa.

O marketing de retenção pode se tornar em breve a principal fonte de receita da sua empresa, estudos do Gartner Group comprovam que 80% da receita das empresas virá de apenas 20% dos clientes que ela já possui.

Outra estratégia muito importante para driblar os ads na parte de aquisição de clientes é o SEO. A otimização do seu site para motores de busca por meio de conteúdo relevante e com fit entre o que sua empresa oferece e os clientes que você gostaria de prospectar pode se tornar a sua principal fonte de clientes em muito breve.

Agir com criatividade no meio digital é uma regra que nunca pode ser esquecida, e desta vez ela se torna ainda mais importante.

O que vocês acham disso? Quem aqui usa o Ad-Block? Quem aqui sofre com esses bloqueios? Deixem aqui o seu comentário!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *