Como construir um e-commerce de sucesso

Tempo de leitura: 6 minutos

Mesmo com a turbulência econômica pela qual passamos, o setor de e-commerce no Brasil apresentou um excelente desempenho em 2015. E a previsão para esse ano é bastante otimista: segundo dados divulgados, a previsão é que, até o final desse ano, o setor cresça 20% em relação ao ano de 2014.

Esse resultado é devido a diversos fatores. Um deles é a facilidade de abrir uma loja virtual. Outra razão é o comportamento dos consumidores, que se tornaram mais proativos e buscam informações sobre produtos e serviços antes de os adquirirem.

Mas será que é fácil construir um e-commerce de sucesso? Na realidade, algumas etapas devem ser cumpridas, enquanto algumas falhas precisam ser evitadas.

O e-commerce oferece a possibilidade de atender a um público variado, não se restringindo a um local específico. Porém, assim como uma loja física, é necessário ter um plano de negócios bem delimitado, assegurando o lado operacional do negócio.

 

Plano de negócios para e-commerce

Um dos primeiros passos antes de criar uma loja virtual é montar um sólido plano de negócios.

Esse documento deve ser norteado por quatro fatores: dinheiro em caixa, estoque, loja online em funcionamento e estratégias de marketing digital. Esses elementos devem trabalhar em conjunto, uma vez que, quando um deles apresenta deficiência, os outros automaticamente sofrerão reveses.

Mas o que efetivamente deve constar no seu plano de negócio para e-commerce?

  • Cronograma do e-commerce: é importante ter anotadas as principais datas relacionadas à sua loja virtual, como o cronograma de planejamento de oferecimento de produtos mensal, trimestral, anual, etc;
  • Planejamento financeiro-operacional: deve-se especificar e delimitar os ciclos operacional e financeiro, definir gastos com marketing e determinar os custos e as despesas fixos do negócio;
  • Informações sobre personas e dados sobre clientes: as personas são clientes fictícios que personalizam as características dos seus clientes em potencial. Para criar as personas, é necessário ter informações sobre seus clientes. Essas informações são estratégicas e podem ajudar muito nas ações do marketing digital e inbound marketing;
  • Ferramentas para monitoramento e investigação: é crucial ter ferramentas gratuitas e pagas que possam monitorar os resultados e investigar e coletar dados. Estes devem ser usados para melhorar sua estratégia e atender ao seu cliente em potencial;
  • Planejamento de custos: se a sua empresa desenvolve algum produto, precisa saber quais são os custos de produção;
  • Eventos, congressos e conferências: estas são boas oportunidades para atualizar conhecimentos e fazer parcerias, além de divulgar sua marca para o mercado;
  • Plano de metas anual: é importante saber onde se quer chegar e também delimitar como chegar lá.

Depois de fazer o seu plano de negócios, chega a hora de pensar em evitar os erros mais comuns na formulação e implementação de e-commerces. Conheça os principais:

Domínio

Ao escolher o domínio para o seu site, ou seja, o “nome” da loja virtual que vai constar na URL, é necessário pensar em algo curto e explicativo.

Apesar de o domínio não ser importante em um primeiro momento, ele ajuda a deixar o seu site mais bem ranqueado no Google, o que aumenta o número de acessos.

Portanto, utilize o nome da marca e palavras-chave, auxiliando a memorização e possibilitando que seu potencial cliente encontre sua marca facilmente.

Layout

O layout da página é importante, porque um site com layout fraco e pouco responsivo não chama a atenção do usuário. Em um ambiente em que as pessoas querem acesso fácil, a acessibilidade, tempo de resposta e versões para mobile são essenciais.

A ideia é que você tenha bem presente na página a sua marca, chamando a atenção do usuário nos primeiros momentos de acesso.

Utilize cores que correspondam ao seu negócio, alinhe os elementos, deixe alguns espaços em branco e use imagens bem editadas e de boa resolução.

Nesse quesito, contratar um especialista é uma ação interessante para aumentar a quantidade de acessos e ter melhores resultados.

Usabilidade

Talvez você nunca tenha pensado nesse quesito, mas o seu site é fácil de usar? Se não for, é necessário reformulá-lo.

Ter um site complicado restringe muito a navegação, deixa o usuário confuso e irritado, e o faz querer procurar uma outra loja. Pense bem: com tantas opções similares na internet, por que o internauta vai perder tempo tentando encontrar aquilo que procura no seu site?

Para evitar que isso aconteça, avalie a usabilidade dos menus e dos botões, verifique se estão bem organizados e visíveis, etc. Teste o seu site com outra pessoa, e identificando possíveis locais de melhoria e colha depoimentos. Essa é a melhor forma de ter um site fácil de ser navegado.

Informações

Uma informação sempre precisa ser completa para não gerar dados errados e que não refletem a realidade. Para o e-commerce não é diferente.

Você precisa disponibilizar ao seu potencial cliente o máximo de informações possível, garantindo a ele que sua empresa é idônea. Isso passa credibilidade, o que aumenta a confiança do consumidor para tomar uma decisão e fechar negócio.

Apresentação

Para vender um produto, você precisa apresentá-lo para seu consumidor. No entanto, essa apresentação deve chamar a atenção do usuário, substituindo a experiência de compra ao vivo.

Por isso, tire fotos do seu produto, mostre-o a partir de diferentes ângulos, faça recomendações e sugestões e até mesmo grave vídeos mostrando como o seu produto pode ser utilizado.

Pagamento e frete

Um dos quesitos mais importantes no e-commerce é a forma de pagamento e o frete.

O potencial cliente deve ter a opção de escolher entre diferentes formas de pagamento, como cartão de crédito, débito, transferência bancária, boleto, pay pal, etc.

Além disso, seu site deve disponibilizar diferentes opções para o frete, de forma que o cliente possa escolher a melhor opção para ele.

Parcerias

Você precisará de fornecedores, funcionários, transportadoras e outros parceiros. Por isso, considere aqueles que são melhores para seu negócio e que fornecerão um serviço de qualidade. Isso é importante porque qualquer erro desses fornecedores impactará diretamente na sua empresa.

Atendimento

Um atendimento ao cliente adequado é crucial para a satisfação do consumidor, garantindo que ele volte a comprar na sua empresa.

Por isso, responda às perguntas dos seus clientes e atenda-o no pós-venda. Isso garante a fidelização e ajuda a aumentar a credibilidade do seu e-commerce.

Benefícios

É necessário apresentar benefícios ao consumidor. Um dos grandes atrativos é o frete grátis, mas você também pode oferecer descontos, brindes e outros agrados.

Investimentos em marketing digital

Para ter bons resultados é preciso investir em estratégias de marketing digital. Não basta ter um site, é preciso criar posts patrocinados, ranqueá-lo bem na busca orgânica, utilizar e-mail marketing e outras estratégias.

Dessa forma, o seu potencial cliente chegará ao seu site e você poderá conduzi-lo na jornada de compra mais adequada.

Já tem seu e-commerce, usou essas práticas para colocar sua loja online ou conhece outras estratégias? Conte-nos nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *