Quer melhorar sua taxa de conversão? Comece com estas 3 dicas simples

Tempo de leitura: 4 minutos

Muitas pessoas estão entrando no seu site e isso é fantástico, mas quantas realmente compram algo na sua loja online ou se tornam usuários do seu serviço? A taxa média de conversão de visitas em compras no ecommerce brasileiro é de 1,65%, segundo pesquisa da Experian Hitwise. Se sua taxa é menor que essa, não se preocupe. Vamos discutir neste aqui algumas formas de influenciar decisões de compra e aumentar as vendas.

dito_quer-melhorar-sua-taxa-de-conversao-veja-estas-3-dicas-simples

Não existe milagre e não há como melhorar resultados do dia para a noite. Mas alguns pontos simples podem ser trabalhados desde já para mudar essa realidade. Afinal, de que vale todo o investimento em trazer tráfego para o seu site se você não consegue reter esses visitantes? Focando nas 3 dicas abaixo, você poderá canalizar seus esforços e colher melhores taxas de conversão.

1) Saiba quem é seu cliente potencial

Em primeiro lugar, você deve conhecer o perfil do seu público de referência. Quem são as pessoas que podem se interessar por seus produtos? Comece pelas características demográficas, como sexo, idade, local de moradia e renda. Depois, coloque-se na cabeça do seu potencial consumidor para entender seus interesses, anseios, hábitos, padrões de consumo, entre outros pontos relacionados ao comportamento.

Importante dizer que esse exercício não pode ser feito com uma bola de cristal. Colete dados sobre seus consumidores, especialmente informações sobre o comportamento de navegação, para acessar os desejos implícitos de cada cliente. O público que você quer atingir é mais guiado pela razão ou pela emoção? Dê a essas pessoas o que elas precisam e você não vai se decepcionar.

2) Entenda o que importa para cada perfil de consumidor

A Geração Y, ou Millennials, nascida a partir do final dos anos 1980, é formada por pessoas já acostumadas ou ambientadas com o comércio eletrônico. Em 2011, um estudo divulgado pela American Millennials, mostrou que os jovens Y gostam de procurar informações sobre marcas nas redes sociais. Agora em 2014, uma pesquisa da AOL mostrou que eles estão navegando mais pelos sites de vendas e fazem mais compras por impulso.

De que gerações são seus potenciais clientes? Baby Boomers, X, Y, Z? A partir dessas informações, você poderá direcionar suas ações de marketing e, assim, aumentar as chances de vender mais. Além disso, o que mais motiva essas pessoas a comprar na sua loja online? Pode ser a confiança na qualidade dos produtos ofertados, a fidelidade ou simplesmente os preços e prazos de pagamento.

Há ainda aquelas pessoas que já sabem exatamente o que querem comprar e a média de preços, pois avaliaram as lojas dos seus concorrentes. Essa decisão será muito influenciada pela experiência de compra, o que inclui navegabilidade do site, aparência e rapidez na transação. Nesse caso, se ainda houver dispersão, é importante saber exatamente o momento do abandono desse visitante para fazer um trabalho de recuperação de carrinho abandonado inteligente.

3) Mostre que você conhece seu público

Depois de traçar o perfil ideal dos seus clientes e entender na prática quem são essas pessoas que visitam sua loja virtual, é importante fazer ações de comunicação segmentadas e personalizadas. Deixe claro que você sabe quem é seu público, construindo um relacionamento quase íntimo com cada consumidor, tratando-o pelo nome e oferecendo conteúdos ou produtos de acordo com seus interesses.

Com esse tipo de engajamento, encontre seus clientes fiés e incentive boas recomendações. De acordo com uma pesquisa conduzida pela Dimensional Research, 90% das pessoas que lêem comentários online, disseram que comentários positivos influenciam suas decisões de compra, enquanto 86% disseram que suas decisões de compra foram influenciadas por comentários online negativos.

Investindo nesses pontos, você conseguirá aumentar a taxa de conversão de visitas em compras e, assim, ganhar uma vantagem competitiva relevante. Em resumo, conheça o perfil dos clientes, entenda seus interesses, segmente e direcione a comunicação para que cada pessoa seja tratada de forma personalizada. Ao investir em engajamento, você terá mais condições de trabalhar seu funil de vendas, trazendo os visitantes certos e levando-os à conversão.

Você já usa ou vai usar essas estratégias? Então compartilhe conosco aí abaixo nos comentários abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *