Tendências de marketing para 2017 que já são realidade há muito tempo!

Tempo de leitura: 6 minutos

Final de ano é sempre igual. Sempre tiramos um tempinho para fazer um balanço dos erros e acertos, definir metas para o próximo, reunir a equipe e renovar as energias, ler sobre tendências para o próximo ano…

Aqui na Dito não poderia ser diferente, e, dando uma pesquisada nas tendências de marketing para esse ano, percebi que apontavam tópicos que na verdade já são nossa realidade há muito tempo. Então provavelmente você pode estar comendo mosca!

Por isso, separamos as 10 principais “tendências” para o marketing e varejo em 2017, para você recuperar o tempo perdido:

Omnichannel

A esse ponto, você provavelmente já ouviu falar muito em multicanalidade. Obviamente não é mais uma aposta para o futuro, estamos vivendo essa realidade há algum tempo.

E-commerce, loja física, aplicativo, Facebook, celular… com todos esses canais disponíveis é claro que o comportamento de compra dos seus clientes mudou.

Ele pode muito bem estar dentro da sua loja, dar uma pesquisada no preço online e finalizar essa compra no e-commerce por ter um preço mais acessível ou desistir quando ver o valor do frete e acabar comprando na loja mesmo.

Daí a importância de integrar todos os canais, juntamente com os times de vendas e pós vendas. Unificar as informações é crucial para conseguir impactar seus clientes no momento certo e no canal certo, usando o mesmo tom e qualidade de atendimento.

Redes Sociais

Juro que vi muitos blogs renomados dizendo que as redes sociais são tendência para esse ano. E são, mas desde 2004, né?! Novas redes surgem quase que todo dia, e é sempre importante acompanhar esse movimento, garantindo a presença da sua empresa no habitat natural dos seus clientes.

Mais do que em Ads, invista em um relacionamento com seus clientes, fale a língua deles, responda reclamações, elogios, sugestões, memes, gifs, etc. Aproveite todos os canais possíveis para fidelizar seus clientes. Muitas ações legais e cases de sucesso acontecem nas redes sociais.

Dispositivos móveis

Os dispositivos móveis já ultrapassaram os Desktops, e seu site ainda não é responsivo? Ah, uffa. Ainda bem que você pensou nisso, mas será que já considerou um aplicativo para sua marca?

É sempre importante estar onde seu cliente está, mas em um aplicativo seus clientes vão estar onde sua marca está, ela será o ponto de encontro. Por isso os aplicativos, combinados com descontos exclusivos, produtos exclusivos e outras ações de vendas, tem se provado mais um forte canal para fidelização de clientes.

Automação de Marketing

Quem ainda manda e-mails para uma base de mais de 100 mil clientes manualmente, levanta a mão! Ah, desculpa. Está ocupado, né?!

Para esse tópico tenho uma resposta: tempo é dinheiro. Automatizar processos é poupar o tão valioso e famigerado tempo. Visto que o tempo sempre foi valioso, a automação não é uma tendência para 2017 (como nenhum outro tópico desta lista), e sim uma necessidade.

Contudo ainda existem empresas que trabalham manualmente, e, para estas digo que a automação será inevitável na medida que perceberem o valor do seu tempo.

Vídeos, gifs e conteúdos rápidos

Ainda sobre o tempo, seus clientes também não querem gastá-lo à toa. Portanto conteúdos que podem ser consumidos rapidamente têm feito mais sucesso ultimamente. Vídeos e gifs tem se provado excelentes conversores no mundo online.

Estímulos visuais são sempre uma boa pedida para se destacar na multidão de empresas que falam com o seu cliente todos os dias. Então se você usa um vídeo bem feito, ou um gif engraçado, consegue captar a atenção dele.

Marketing de relacionamento

Já sabemos que seu cliente está em todo lugar (omnichannel), que o tempo dele é valioso, que ele está ligado nas redes sociais (ou não), falta a última peça do quebra-cabeça: sua empresa.

Se relacionar com seu cliente é quase uma obrigação, não uma tendência. Não estou falando de SAC, televendas, nada disso.

Ele comprou na sua loja uma vez, isso implica um vínculo, cabe a você dizer se quer continuar esse relacionamento ou não. Mas, acredite, Kotler já dizia que vale 7 vezes mais apostar nesse cara do que em qualquer outra pessoa.

Portanto siga a jornada do cliente lado a lado, entenda seu comportamento de compra, indique os produtos certos na hora certa, que a relação com seus clientes poderá ser muito duradora.

Personalização – segmentação

Ninguém gosta quando a vó chama o nome de todos os netos antes de dizer o nosso nome corretamente, não é verdade? No caso da vó a gente até releva, porque gostamos dela. Mas se sua empresa ainda erra o nome dos clientes, ou pior, nem se quer os chama pelo nome… bem, precisamos conversar.

A personalização do contato é muito, mas muito importante. Segmentar corretamente as notificações é crucial para o sucesso delas.

Imagine receber no mesmo e-mail pneu de carro, camisetas, lustres, sofás e faqueiro, ou pior, mandar um mesmo produto que o cliente já comprou com desconto. Isso acontece muito no varejo, e a chance de um e-mail desses impactar alguém positivamente é muito pequena.

Uma notificação bem feita irá usar uma base segmentada de clientes, analisando o perfil e o comportamento de compra deles, e traçando estratégias baseando-se nesses dados.

E-mail marketing

Uns disseram que ele morreu, outros apostam nele como tendência para 2017. O fato é que a maioria das pessoas acessam seus e-mails todos os dias, ou pelo menos uma vez na semana. Tempo mais que suficiente para que consiga ver suas notificações.

O que fará diferença nos seus resultados, certamente é o modo como se executa o e-mail marketing. No tópico anterior, falamos sobre a personalização do contato e segmentação, que são os pilares de uma notificação de sucesso.

Customer Experience

Por falar em sucesso, o do cliente sim, sempre será tendência em nossos corações; tem profissional designado apenas para tratar desse assunto, eventos exclusivos para discutir esse assunto, posts sobre esse assunto, então é um tópico importantíssimo. Está em pauta, e continuará em pauta para sempre.

Se sua empresa ainda não possui um time responsável pelo sucesso do seu cliente, é preciso rever os conceitos e reunir as pessoas mais qualificadas para isso. Pense que um cliente satisfeito, vale muito mais que 10 mil insatisfeitos.

Mensuração de Resultados

Aqui na Dito a gente tem um lema, uma frase muito importante do W. Edwards Deming: “In God we trust, all others (must) bring data”, que ressalta a importância dos dados.

Mensurar os resultados, analisar dados, é sinônimo de mais segurança ao tomar decisões, corrigir erros e replicar acertos. Sempre é possível aprimorar e refilar processos, melhorar a qualidade do atendimento, dos produtos, do site, das lojas físicas; com os dados esses pontos a serem trabalhados ficam mais visíveis.

Portanto, recolha e analise a maior quantidade de dados possíveis. Tente sempre desenvolver processos que possam ser replicáveis e analisados, isso facilitará bastante o trabalho como um todo da sua empresa.

 

E ai, o que achou da nossa lista? Também concorda que esses tópicos já não são tendências há algum tempo? Conte para a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *