Ícone do site Blog Dito

Como aumentar a conversão das campanhas de ADS nas Redes Sociais?

Fazer campanhas para redes sociais é algo corriqueiro para um profissional de Marketing. É uma estratégia muito usada na aquisição de clientes.

Se você chegou até este artigo, é porque quer saber como aumentar a conversão das suas campanhas e nós já vamos te contar como.

Antes temos que te dizer, e talvez você não saiba ainda, é que as Redes Sociais também podem ser usadas para reter os clientes, não apenas adquirir novos.

Se você está se perguntando como, continue com a gente neste post para descobrir:

Boas práticas para melhorar a conversão das campanhas nas Redes Sociais

Defina sua estratégia de comunicação

Antes de começar uma campanha é preciso planejar e definir o objetivo dela. 

Como já citamos aqui neste post, você pode ir por dois caminhos diferentes: adquirir novos clientes, ou reter os clientes que você já possui na base.

Recomendamos que você faça as duas estratégias em paralelo, mas trate-as como duas estratégias diferentes, que precisam de planejamentos e formatos diferentes para performar bem.

Escolha o formato do anúncio

O Facebook e Instagram nos dão tamanhos padrões para confeccionar os anúncios. 

Em ambos temos a opção de fazer um post em carrossel, que consistem em 2 ou mais imagens que podem ser visualizadas usando uma rolagem horizontal. É ideal para criar anúncios com mais de um produto.

Vamos supor que você precise criar um anúncio de acessórios. A primeira imagem pode ser do look completo, a seguinte a do colar, a próxima do brinco, depois da bolsa, e assim por diante.

Temos também os vídeos e gifs, que tem se mostrado muito mais eficazes. Através do movimento, você consegue mostrar detalhes do seu produto, fazer VTs mais elaborados e ganhar a atenção do seu cliente enquanto ele estiver rolando a timeline das suas Redes Sociais.

Fique atento ao layout

Quanto ao design do seu anúncio, é preciso ter cuidado com alguns aspectos, tais como: estética, CTA, clareza da mensagem, e, principalmente, o texto.

O Facebook não permite o uso de mais de 20% de texto nas peças. Por isso concentre a maior parte dele no como apoio, e não na imagem.

A imagem deve ser usada como um chamariz, evitando ao máximo o uso de muito texto.

Sempre verifique na ferramenta do Facebook antes de rodar o anúncio, uma vez que ele pode ser penalizado, isto é, se tem mais texto que o permitido, a performance será comprometida, pois ele não será exibido para o número de pessoas esperado.

Ainda sobre o texto, fique atento à leitura, evite usar fontes que são difíceis de ler, muito cheias de firulas. Neste caso, menos é mais.

Sobre os demais aspectos, é assunto para outro post, mas fique de olho nestes pontos primordiais citados acima.

Teste A/B

Como ter certeza se um botão azul converte mais que um vermelho? Na verdade, não sabemos. Fazemos suposições, hipóteses.

Mas o seu público pode te dizer o que prefere através do teste a/b, e a partir dos resultados, é possível fazer otimizações para melhorar a performance dos anúncios.

Para que os testes sejam realmente conclusivos, teste uma variável por vez, ao invés de testar dois anúncios completamente diferentes.

A partir do primeiro teste e do seu resultado, faça melhorias no seu anúncio e teste outra variável.

É um processo de melhoria contínua, portanto, sempre teste novas variáveis, lembrando de já aplicar o que foi aprendido com os testes anteriores.

Como direcionar o anúncio para as pessoas certas?

Use segmentações inteligentes

Sempre que pensamos em otimizar campanhas de Marketing Digital, temos que ter em mente quem é nosso público-alvo, para quem a mensagem deve ser direcionada.

O primeiro nível de segmentação, são os dados demográficos: gênero, cidade, estado, etc.

Mas segmentar apenas por dados demográficos pode não ser suficiente. Por isso, acrescentar mais parâmetros, deixar o segmento mais criterioso, o torna mais certeiro.

Os dados de comportamento, tais como compras, navegação, histórico, são essenciais para criar segmentos com maior conversão, uma vez que são mais critérios para encontrar a pessoa certa para sua oferta.

Pense comigo, vamos supor que você queira divulgar uma oferta de camisetas brancas. Quais das opções abaixo são o público mais adequado para direcionar um anúncio deste produto:

  1. Pessoas que compraram camisetas brancas nos últimos 30 dias.
  2. Pessoas que compraram calças nos últimos 60 dias.
  3. Pessoas que não compram há 90 dias.
  4. Pessoas que navegaram na categoria “Camisetas” e não compraram.

Bom, neste caso, tirando a opção 1, temos algumas opções de campanhas.

No caso da opção 2, Pessoas que compraram calças nos últimos 60 dias, é possível criar uma campanha de “Complete seu Look”.

Com a opção 3, Pessoas que navegaram na categoria “Camisetas” e não compraram, faça uma campanha instigando-as a finalizar a compra.

Já no caso 4, Pessoas que não compram há 90 dias, você pode tentar reativá-los com uma campanha de “Estamos com saudades: Camisetas com desconto!”

No caso de um segmento inteligente, todas as pessoas que se enquadrarem nestas situações propostas acima, serão reconhecidas como pertencentes àquele segmento automaticamente, pois é baseado nas ações dos usuários.

Use Custom Audiences

O Custom Audience é uma forma de mostrar seu anúncio para pessoas específicas de uma lista em CSV.

Uma opção interessante para quem já possui uma base de clientes segmentada e optou por seguir uma estratégia de retenção de clientes, é possível subir esta base para o Custom Audience do Facebook e Instagram.

Esta ação é exclusiva para retenção de clientes, para impactar algum segmento específico, conforme citamos nos exemplos no tópico acima. 

Então seu anúncio será exibido apenas para as pessoas do segmento.

Por serem pessoas que já conhecem sua marca, já compraram seus produtos, a chance deste anúncio ter uma boa performance aumenta exponencialmente.

______________

Conte para a gente nos comentários se você já segmenta seus anúncios e usa o Custom Audience!

Sair da versão mobile