Melhores Práticas para campanhas de email marketing

Tempo de leitura: 4 minutos

Já dissemos algumas vezes aqui, campanhas de email marketing ainda são super efetivas para negócios online, a despeito daqueles que afirmam que o email está morrendo. Contra fatos não há argumentos. Porém existem diversos fatores para se ficar atento no momento de criar suas campanhas. E neste post vamos guiá-lo pelas melhores práticas do email marketing.

quais as melhores práticas para disparo de campanhas de email marketing

Ao disparar e-mail para os seus clientes entre as principais métricas a serem observadas, duas merecem uma atenção especial: Taxa de abertura e o CTR (Click Through Rate) nos links do e-mail. Ambas as métricas são decisivas para entender se os seus e-mail estão sendo efetivos ou não. Elas dizem, em termos abstratos, o valor da sua mensagem, a aceitação dos seus temas e da sua marca e a qualidade da sua base.

Elaboramos algumas dicas para você testar e entender o que funciona melhor para o seu segmento ou público:

1 – Seja pessoal:

Utilize o seu nome, ou de um dos seus consultores, ao invés de assinar como “a empresa”. O usuário irá preferir se conectar com uma outra pessoa do que com uma empresa. Usar uma foto na assinatura e configurar o perfil para o email remetente, para que apareça foto e nome quando o usuário abrir o email, pode ajudar a aumentar ainda mais a taxa de resposta.

2 – Personalize:

Sempre que possível utilize variáveis personalizadas como nome, última compra, ou qualquer atributo que cause uma sensação de proximidade com o usuário, relembrando sempre as últimas ações do mesmo no seu site. Provoque a sensação de que a empresa conhece o usuário, seus interesses e desejos. Diversas ferramentas de disparo oferecem a possibilidade de inserir dados variáveis no seu email. A Dito é uma delas 😉

3 – Capriche no título:

Na maioria das vezes, é lendo o assunto do email que o usuário decide se irá ou não abrir o email . Sempre que possível tente criar uma urgência no seu interlocutor, informando o tempo que ele tem para aproveitar o que está sendo ofertado. Invista tempo e bastante criatividade nesse processo e o mais importante, tenha empatia, pense como o usuário. Será que eu abriria um e-mail com esse título?

Por exemplo, você clicaria em qual dos 2 assuntos abaixo?

 – “(Nome da loja) – 50% de desconto em toda loja até amanhã”

 – “Promoção em nossa Loja – Veja!”

DICA EXTRA: Tente sempre manter o assunto do email dentro de um  limite de 70 caracteres, evitando assim a quebra da leitura. Se quiser mais dicas, pode ver este post do Neil Patel.

4 – Seja direto:

Atualmente a falta de tempo tem sido a reclamação mais recorrente das pessoas. Ao enviar um email tente ser o mais objetivo e direto possível, evitando usar informações demais no corpo da mensagem ou utilizar uma estratégia no título que não deixe claro o seu conteúdo ou benefício.

5 – Segmente:

Evite enviar e-mails diariamente para os mesmo usuários ou com conteúdos e novidades que você não tenha certeza que seja relevante para aquele cliente.
A frequência exagerada de e-mail e mensagens com conteúdo fora de contexto são os principais motivos para o opt-out e marcações por spam dos usuários do seu mailing.

Conheça sua base por meio de dados demográficos, comportamento de navegação e histórico de compras. Desta maneira você vai parar de enviar emails genéricos que não convertem e passar a enviar mensagens que trazem de fato receita para sua empresa.

templates infaliveis para suas campanhas de email marketing

6 – Mensure o comportamento dos usuários

Jamais envie um e-mail sem monitorar os links existentes. Ao monitorar os links você ganha mais uma grande aliado nas análises, podendo entender o que chamou mais a atenção dos usuários e até mesmo criar segmentos dentro do seu público baseados nas suas ações posteriores ao recebimento do e-mail.

7 – Chame o usuário para a ação

Veja, Clique aqui, compre, conheça, saiba mais. O imperativo reina no mundo da internet, guiando o usuário para o final do funil de conversão. Sempre que enviar um email marketing pense sempre no objetivo final do funil. Inclua um botão chamando o usuário para ação, reforçando a comunicação e facilitando a conclusão do caminho pelo usuário.

Teste, teste, teste!

Quando falamos de pessoas e seus comportamentos nada é definitivo. Teste o que funciona melhor para o seu público ou segmento específico. Analise e refaça até encontrar o layout, título, mensagem e tipo de conteúdo que funciona para cada tipo de consumidor. Tenha sempre o foco em melhorar suas taxas de conversão, por isso crie alterações e valide seus resultados.

E você? Tem alguma dica sobre práticas de email marketing? Compartilhe com a gente nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>