Segmentação

Você quer continuar sendo o chato do e-mail marketing?

Você quer continuar sendo o chato do e-mail marketing?

10 minutos Respondendo à pergunta do título, imagino que sua resposta seja “não”. O fato é que você pode ser o(a) chato(a) do e-mail marketing e nem saiba disso – o que é ainda pior. Mas fique calmo que esse post é para você que sabe que está no caminho errado, e também para você que não descobriu isso ainda. “Mas como eu sei se sou o chato do e-mail?”, você deve estar se perguntando. Bom, basta olhar para seus números. Taxas de abertura Continue lendo

Como trazer de volta mais de 50% dos clientes que comprarem na Black Friday?

Como trazer de volta mais de 50% dos clientes que comprarem na Black Friday?

7 minutos Quantas pessoas que compram na Black Friday retornam no ano seguinte para uma nova conversão na mesma loja? Com base nesta dúvida, fizemos um estudo entre as principais marcas de Varejo no Brasil e descobrimos que existem algumas estratégias em comum entre elas para incentivar a recompra com clientes atraídos pelas super promoções desta data. Aliás, a necessidade de responder a essa pergunta vem justamente da lógica por trás da Black Friday: preços baixos para atrair novos clientes ou recuperar aqueles que já estavam Continue lendo

Como conhecer os segmentos dentro da sua base?

2 minutos Já falamos diversas vezes aqui no nosso blog sobre a importância de conhecer bem sua base e seus consumidores para obter cada vez melhores resultados em campanhas com mensagens segmentadas e personalizadas. Uma vez segmentada a sua base, como saber quais desses segmentos são os mais lucrativos, quais interagem mais com as suas mensagens, qual o perfil demográfico predominante (obviamente quando características demográficas não fazem parte do filtro) e quais os canais favoritos destes usuários. Para conseguir segmentar já é necessário filtrar Continue lendo

Como usar a Dito para criar campanhas de email marketing segmentadas?

Como usar a Dito para criar campanhas de email marketing segmentadas?

6 minutos Ao contrário do que afirmam alguns profetas do apocalipse digital, o email marketing ainda é uma das principais ferramentas para empresas que trabalham retenção de clientes e geração de vendas recorrentes. É fato que existem diversos canais para que essas estratégias sejam desenvolvidas, mas o email chama a atenção pelo seu poder de conversão e baixo custo. No entanto, não basta pegar sua lista e começar a disparar mensagens genéricas para todos os seus clientes, dia sim, dia não. A base de consumidores é um Continue lendo

Qual é a importância da segmentação do seu público?

Qual é a importância da segmentação do seu público?

3 minutos O cenário de Marketing passou por diversas mudanças e evoluções e sabemos que uma marca não deve ter o objetivo de alcançar o máximo de pessoas e sim alcançar as pessoas certas. Hoje, o consumidor é um indivíduo muito mais atento e crítico em relação às suas compras, por isso ele é ávido por informação útil, conteúdos relevantes, momentos encantadores e deseja interação, engajamento. Mas, como você encantará uma pessoa que nem conhece? É exatamente nesta questão que entra a importância da segmentação Continue lendo

Retenção de clientes: 6 coisas que você não pode esquecer

Retenção de clientes: 6 coisas que você não pode esquecer

3 minutos Em diversos momentos, em conversas informais e sobre a vida cotidiana, as pessoas dizem que, muitas vezes, mais difícil do que conquistar algo é manter algo. Se formos levar esse pensamento para o contexto organizacional, podemos rapidamente perceber que o pensamento popular está certo, em especial no que se refere aos clientes: tão difícil quanto conquistar um cliente é mantê-lo fiel e impedir que ele saia da base de clientes da empresa. Ou ainda incentivá-lo a comprar mais de uma vez na sua Continue lendo

3 maneiras de garantir que você acertou na segmentação de clientes

3 maneiras de garantir que você acertou na segmentação de clientes

4 minutos Se você já começou a segmentar seu público, certamente está à frente de boa parte das marcas no Brasil. Apesar do nosso alerta sobre o que as empresas estão perdendo por não segmentar sua base de clientes, muitas organizações ainda insistem em tratar os seus consumidores da mesma forma, enviando mensagens iguais para todas as pessoas. Enviar as mensagens certas para as pessoas certas é uma grande oportunidade de reter seus clientes. Para que uma estratégia de segmentação realmente faça a diferença, não adianta apenas Continue lendo

5 pontos para segmentação de email marketing que você pode usar agora

5 pontos para segmentação de email marketing que você pode usar agora

6 minutos Quem usa o email como ferramenta de marketing poderá confirmar: quando trabalhado da forma correta, o bom e velho correio eletrônico continua sendo uma das estratégias mais eficientes de marketing online. Mas o que significa trabalhar o email da forma correta? Podemos citar o timing, a abordagem, o bom design, a capacidade de prender a atenção do leitor com o assunto da mensagem, a utilização de serviços de disparo com altas taxas de entrega, entre outras dicas que já citamos no post sobre Continue lendo

Por que usar dados de comportamento para segmentação de clientes

Por que usar dados de comportamento para segmentação de clientes

3 minutos A segmentação de mercado é um dos primeiros passos em qualquer estratégia organizacional. Em negócios do tipo B2B (entre empresas), defini-se o foco a partir de dados como porte, localidade e segmento de atuação. Já em negócios B2C (entre empresas e consumidores), a segmentação tradicional considera, geralmente, informações como idade, sexo, renda e cidade. Para se definir os nichos que serão foco, as organizações devem conhecer seus clientes e agrupá-los conforme o perfil. No ambiente digital, onde atuam lojas virtuais, portais de Continue lendo

9 formas simples para você segmentar sua base de clientes

9 formas simples para você segmentar sua base de clientes

7 minutos Você já ouviu a expressão “separar o joio do trigo”? Descobri hoje que ela não é usada só aqui no Brasil com o sentido de diferenciar o ruim e o bom. Na verdade, vem de uma parábola bíblica e já foi citada até por Shakespeare. Trouxe essa expressão aqui porque é a primeira coisa que me vem à cabeça quando penso em segmentação de clientes. Hoje, conseguimos levantar muitas informações sobre os consumidores, desde demográficas e sociais, até dados sobre o valioso comportamento Continue lendo