Logo quando um varejista traz a sua marca para a internet, uma das primeiras questões que vem à mente é “como divulgar meu e-commerce?”.

Hoje em dia boa parte das vendas são feitas neste canal e é um tanto simples abrir uma loja virtual; o mais difícil acaba sendo fazê-la prosperar sem uma boa estratégia de divulgação.

Se o seu principal objetivo é começar um e-commerce “com o pé direito” ou consolidá-lo no mercado, o ideal é criar uma série de estratégias, podendo iniciar pelos eventos online.

Isso porque utilizar os eventos digitais como tática de promoção do seu e-commerce, pode estar ligado a diversas metas que você possua, auxiliando a atingi-las.

Ficou interessado? Então siga conosco na leitura.

Que tipo de evento fazer para o seu e-commerce?

Existem diferentes tipos de eventos para diversas finalidades. Para definir qual é o ideal no seu caso, é necessário estabelecer, prioritariamente, o objetivo principal.

Tal objetivo pode ser aumentar as vendas, gerar leads, criar algum tipo de relacionamento com a sua persona, tornar a marca reconhecida, proporcionar experiências ou fazer o lançamento de um produto.

Veja abaixo algumas exemplificações para compreender qual tipo de evento pode fazer mais sentido, de acordo com o seu foco atual.

Evento de lançamento

Esse tipo de evento é ideal para o varejista que tem um novo produto em estoque e precisa apresentá-lo para o mercado.

Geralmente, nesse tipo de produção, é sugerido convidar influenciadores para apoiar na promoção.

Exemplo: para eventos de lançamento de uma nova coleção de roupas, é interessante convidar modelos e blogueiras do universo da moda a fim de interagir com os clientes e propor combinações de looks.

E não necessariamente precisam ser pessoas famosas. Dependendo do contexto, até mesmo um(a) funcionário(a) da empresa pode exercer esse papel de influencer no evento de lançamento.

Webinars

Webinars são eventos semelhantes a seminários, que permitem a interação entre o speaker e o público. Dessa forma, é sugerido guiá-los em tom de bate-papo, com abertura para perguntas e respostas.

Esse é o tipo de evento que permite “nutrir” os seus clientes ou a base de contatos que já possui com conteúdos ricos e, a partir disso, maximizar o reconhecimento da sua marca.

Para isso, você pode falar sobre os seus produtos, serviços ou ensinar algo relevante que gere valor para o público.

Como planejar o evento online?

Tal como foi dito acima, para fazer o planejamento de um evento online você precisa partir pela definição do objetivo.

É crucial reforçar esse ponto, afinal, sem clareza sobre a meta principal, não há como estipular as próximas etapas do planejamento do evento. É esse objetivo que irá guiar as decisões.

Depois dessa definição, podemos dividir um evento em 03 etapas distintas, sendo elas: pré-evento, execução e pós-evento.

Pré-evento

Durante o pré-evento, você deve definir o público-alvo a ser atingido, assim como as estratégias de marketing para divulgação.

Além disso, é nesta etapa que você necessitará selecionar a plataforma de eventos online que irá utilizar. Ela precisa ser otimizada, fornecer dados e gerar autonomia para fazer as tarefas.

Ainda durante o pré-evento, caso tenha gostado da ideia de contratar uma blogueira ou influencer, peça a ambos um kit mídia a fim de verificar os currículos e evitar qualquer “dor de cabeça” durante o evento.

Execução

Na etapa de execução, você precisará ter bastante atenção a todos os detalhes.

Antes do evento começar, faça uma interface de aprendizado com todos os speakers. Eles devem saber como usar a plataforma e guiar a apresentação.

O seu plano de comunicação já deve estar em andamento nesse momento, então, lembre-se de enviar avisos ou qualquer outra mensagem necessária antes do evento ter início.

E quando as apresentações estiverem rolando, você deve “ficar de olho” em possíveis imprevistos. Dessa forma, você fará a contenção de riscos.

Pós-evento

E por fim, mas não menos importante, quando a produção for finalizada é a hora de executar algumas rotinas de pós-evento.

Se você prometeu, por exemplo, ceder cupons de desconto, links com “ofertas relâmpago” ou afins, esse é o momento de enviá-los para o canal de comunicação disponibilizado pela audiência.

Além disso, você pode subir a gravação do evento no YouTube ou, quem sabe, publicar os “cortes” mais importantes no Reels do Instagram ou TikTok.

É também durante o pós-evento que se faz a análise de todos os relatórios e dados gerados pela produção. 

De posse das informações, confira se o objetivo principal foi conquistado (ou não) e guarde esse conhecimento para planejar a estratégia dos eventos vindouros.

É importante ressaltar também que não se deve deixar o relacionamento com os participantes “esfriar”. Após o evento, crie estratégias de CRM para continuar conversando com os leads capturados.

Para aqueles que comprarem algo de imediato, faça um bom trabalho de pós-venda, questionando como foi a experiência de compra, se há feedbacks ou reclamações, e se coloque à disposição para ajudar.

Para os contatos que participaram, mas não compraram, tente, num futuro próximo, enviar alguma outra campanha promocional mais atrativa ou uma condição imperdível de compra.

Gostou destas dicas? Esperamos que sim!

E agora que você já tem a base para realizar um evento online e divulgar o seu e-commerce, te sugerimos baixar, gratuitamente, o kit completo para a gestão de eventos.

Este artigo foi escrito pela Evnts, a plataforma completa para Eventos Online e Híbridos.

Postagens similares

Como divulgar meu e-commerce?

Como divulgar meu e-commerce? Confira essas sugestões

Logo quando um varejista traz a sua marca para a internet, uma das primeiras questões que vem à mente é “como divulgar meu e-commerce?”.

Hoje em dia boa parte das vendas são feitas neste canal e é um tanto simples abrir uma loja virtual; o mais difícil acaba sendo fazê-la prosperar sem uma boa estratégia de divulgação.

Se o seu principal objetivo é começar um e-commerce “com o pé direito” ou consolidá-lo no mercado, o ideal é criar uma série de estratégias, podendo iniciar pelos eventos online.

Isso porque utilizar os eventos digitais como tática de promoção do seu e-commerce, pode estar ligado a diversas metas que você possua, auxiliando a atingi-las.

Ficou interessado? Então siga conosco na leitura.

Que tipo de evento fazer para o seu e-commerce?

Existem diferentes tipos de eventos para diversas finalidades. Para definir qual é o ideal no seu caso, é necessário estabelecer, prioritariamente, o objetivo principal.

Tal objetivo pode ser aumentar as vendas, gerar leads, criar algum tipo de relacionamento com a sua persona, tornar a marca reconhecida, proporcionar experiências ou fazer o lançamento de um produto.

Veja abaixo algumas exemplificações para compreender qual tipo de evento pode fazer mais sentido, de acordo com o seu foco atual.

Evento de lançamento

Esse tipo de evento é ideal para o varejista que tem um novo produto em estoque e precisa apresentá-lo para o mercado.

Geralmente, nesse tipo de produção, é sugerido convidar influenciadores para apoiar na promoção.

Exemplo: para eventos de lançamento de uma nova coleção de roupas, é interessante convidar modelos e blogueiras do universo da moda a fim de interagir com os clientes e propor combinações de looks.

E não necessariamente precisam ser pessoas famosas. Dependendo do contexto, até mesmo um(a) funcionário(a) da empresa pode exercer esse papel de influencer no evento de lançamento.

Webinars

Webinars são eventos semelhantes a seminários, que permitem a interação entre o speaker e o público. Dessa forma, é sugerido guiá-los em tom de bate-papo, com abertura para perguntas e respostas.

Esse é o tipo de evento que permite “nutrir” os seus clientes ou a base de contatos que já possui com conteúdos ricos e, a partir disso, maximizar o reconhecimento da sua marca.

Para isso, você pode falar sobre os seus produtos, serviços ou ensinar algo relevante que gere valor para o público.

Como planejar o evento online?

Tal como foi dito acima, para fazer o planejamento de um evento online você precisa partir pela definição do objetivo.

É crucial reforçar esse ponto, afinal, sem clareza sobre a meta principal, não há como estipular as próximas etapas do planejamento do evento. É esse objetivo que irá guiar as decisões.

Depois dessa definição, podemos dividir um evento em 03 etapas distintas, sendo elas: pré-evento, execução e pós-evento.

Pré-evento

Durante o pré-evento, você deve definir o público-alvo a ser atingido, assim como as estratégias de marketing para divulgação.

Além disso, é nesta etapa que você necessitará selecionar a plataforma de eventos online que irá utilizar. Ela precisa ser otimizada, fornecer dados e gerar autonomia para fazer as tarefas.

Ainda durante o pré-evento, caso tenha gostado da ideia de contratar uma blogueira ou influencer, peça a ambos um kit mídia a fim de verificar os currículos e evitar qualquer “dor de cabeça” durante o evento.

Execução

Na etapa de execução, você precisará ter bastante atenção a todos os detalhes.

Antes do evento começar, faça uma interface de aprendizado com todos os speakers. Eles devem saber como usar a plataforma e guiar a apresentação.

O seu plano de comunicação já deve estar em andamento nesse momento, então, lembre-se de enviar avisos ou qualquer outra mensagem necessária antes do evento ter início.

E quando as apresentações estiverem rolando, você deve “ficar de olho” em possíveis imprevistos. Dessa forma, você fará a contenção de riscos.

Pós-evento

E por fim, mas não menos importante, quando a produção for finalizada é a hora de executar algumas rotinas de pós-evento.

Se você prometeu, por exemplo, ceder cupons de desconto, links com “ofertas relâmpago” ou afins, esse é o momento de enviá-los para o canal de comunicação disponibilizado pela audiência.

Além disso, você pode subir a gravação do evento no YouTube ou, quem sabe, publicar os “cortes” mais importantes no Reels do Instagram ou TikTok.

É também durante o pós-evento que se faz a análise de todos os relatórios e dados gerados pela produção. 

De posse das informações, confira se o objetivo principal foi conquistado (ou não) e guarde esse conhecimento para planejar a estratégia dos eventos vindouros.

É importante ressaltar também que não se deve deixar o relacionamento com os participantes “esfriar”. Após o evento, crie estratégias de CRM para continuar conversando com os leads capturados.

Para aqueles que comprarem algo de imediato, faça um bom trabalho de pós-venda, questionando como foi a experiência de compra, se há feedbacks ou reclamações, e se coloque à disposição para ajudar.

Para os contatos que participaram, mas não compraram, tente, num futuro próximo, enviar alguma outra campanha promocional mais atrativa ou uma condição imperdível de compra.

Gostou destas dicas? Esperamos que sim!

E agora que você já tem a base para realizar um evento online e divulgar o seu e-commerce, te sugerimos baixar, gratuitamente, o kit completo para a gestão de eventos.

Este artigo foi escrito pela Evnts, a plataforma completa para Eventos Online e Híbridos.

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *