O dia das crianças (12/10) está chegando e, se eu fosse você, não esperaria muito para iniciar o planejamento das suas estratégias de CRM e das ações de marketing.

Essa afirmação é baseada no fato de que 71% dos brasileiros devem gastar mais neste segundo semestre, sendo que o dia das crianças é uma das datas apontadas como preferidas para maximizar o consumo (Fonte: CNDL).

Além disso, em 2024, a comemoração será em um sábado, então, o varejo pode faturar mais com a criançada circulando por mais tempo nos shoppings, lojas e etc.

Por fim, conforme matéria publicada pela CNN Brasil, o varejo cresceu 13% na semana do dia das crianças, logo, somando todos esses pontos, a perspectiva para esse ano está otimista.

Perante esse cenário, nós preparamos esse artigo com alguns insights, tendências e oportunidades que podem te inspirar durante a criação das suas campanhas.

Vamos lá?

Quais setores se destacaram?

Os setores que mais cresceram em 2022 foram os de Recreação e Lazer (+22%), Móveis, Eletrônicos e Lojas de Departamento (+16%), Livrarias, Papelarias e Afins (+15,8%), Alimentação (+14,3%), Demais Setores (+12,7%) e Vestuário (+9,4%).

Esse desejo pela recreação e lazer pode refletir um comportamento pós-pandemia, afinal, “os pequenos” ficaram muito tempo confinados em casa, então, a necessidade de sair e se divertir falou mais alto.

No que se refere aos Eletrônicos, por exemplo, há aqui uma característica forte da Geração Alpha

Nascidos entre 1997 e 2009, esse grupo já veio ao mundo imerso em tecnologias como os smartphones e tablets, então, para eles, um desses aparelhos pode ter feito mais sentido do que um presente tradicional.

Inclusive, independente do dia das crianças, os varejistas que focam neste público-alvo precisam conhecer a fundo a Geração Alpha, pois, além deles possuírem voz ativa na escolha do querem ganhar, “em breve”, serão eles a população com maior poder aquisitivo.

Quais estratégias apostar?

Naturalmente serão os pais e responsáveis os impactados pelas suas ações de marketing digital, entretanto, não se esqueça que eles podem mostrar o conteúdo para as crianças a fim de deixá-las definir o presente preferido.

Nesse sentido, coloque o lado lúdico da sua marca para fora e capriche nas cores, imagens e fontes.

É interessante também conhecer algumas técnicas relacionadas ao marketing de nostalgia, afinal, “apelar” para a memória afetiva da infância dos pais, pode ser o “gatilho” que despertará a vontade de comprar.

Outro estímulo que funciona muito bem no dia das crianças é o da oportunidade, ou seja, é estratégico trazer para as suas campanhas a ideia que, somente neste período, vão haver determinadas condições de compra que não estarão disponíveis em nenhum outro momento do ano.

Assim sendo e considerando que os filhos crescem rápido, você pode segmentar na base do seu CRM, por exemplo, pais de bebês com até 1 ano de idade e propor a aquisição de peças para crianças um pouco mais velhas, porém, com uma condição imperdível que, mesmo daqui a 1 ano, ainda vai valer a pena.

Isso parece funcionar somente para roupas, contudo, também dá certo para alguns brinquedos que “nunca” saem de linha (velotrol, bicicletas, personagens famosos, heróis, bonecas e etc.), então, olhe para o seu estoque e veja como adaptar essa estratégia.

E por fim, outra linha que vende bastante no dia das crianças são os vestidos.

Em nossa experiência prática, atendendo clientes como a Fábula e outras, criar campanhas focadas nesses produtos é uma excelente ideia.

E agora que chegamos até aqui, te perguntamos: na sua marca, quais estratégias você tem aplicado para vender mais no dia das crianças?

Conte pra gente nos comentários deste artigo. Até breve!

Postagens similares

Dia das Crianças

Dia das crianças: veja oportunidades para o varejo

O dia das crianças (12/10) está chegando e, se eu fosse você, não esperaria muito para iniciar o planejamento das suas estratégias de CRM e das ações de marketing.

Essa afirmação é baseada no fato de que 71% dos brasileiros devem gastar mais neste segundo semestre, sendo que o dia das crianças é uma das datas apontadas como preferidas para maximizar o consumo (Fonte: CNDL).

Além disso, em 2024, a comemoração será em um sábado, então, o varejo pode faturar mais com a criançada circulando por mais tempo nos shoppings, lojas e etc.

Por fim, conforme matéria publicada pela CNN Brasil, o varejo cresceu 13% na semana do dia das crianças, logo, somando todos esses pontos, a perspectiva para esse ano está otimista.

Perante esse cenário, nós preparamos esse artigo com alguns insights, tendências e oportunidades que podem te inspirar durante a criação das suas campanhas.

Vamos lá?

Quais setores se destacaram?

Os setores que mais cresceram em 2022 foram os de Recreação e Lazer (+22%), Móveis, Eletrônicos e Lojas de Departamento (+16%), Livrarias, Papelarias e Afins (+15,8%), Alimentação (+14,3%), Demais Setores (+12,7%) e Vestuário (+9,4%).

Esse desejo pela recreação e lazer pode refletir um comportamento pós-pandemia, afinal, “os pequenos” ficaram muito tempo confinados em casa, então, a necessidade de sair e se divertir falou mais alto.

No que se refere aos Eletrônicos, por exemplo, há aqui uma característica forte da Geração Alpha

Nascidos entre 1997 e 2009, esse grupo já veio ao mundo imerso em tecnologias como os smartphones e tablets, então, para eles, um desses aparelhos pode ter feito mais sentido do que um presente tradicional.

Inclusive, independente do dia das crianças, os varejistas que focam neste público-alvo precisam conhecer a fundo a Geração Alpha, pois, além deles possuírem voz ativa na escolha do querem ganhar, “em breve”, serão eles a população com maior poder aquisitivo.

Quais estratégias apostar?

Naturalmente serão os pais e responsáveis os impactados pelas suas ações de marketing digital, entretanto, não se esqueça que eles podem mostrar o conteúdo para as crianças a fim de deixá-las definir o presente preferido.

Nesse sentido, coloque o lado lúdico da sua marca para fora e capriche nas cores, imagens e fontes.

É interessante também conhecer algumas técnicas relacionadas ao marketing de nostalgia, afinal, “apelar” para a memória afetiva da infância dos pais, pode ser o “gatilho” que despertará a vontade de comprar.

Outro estímulo que funciona muito bem no dia das crianças é o da oportunidade, ou seja, é estratégico trazer para as suas campanhas a ideia que, somente neste período, vão haver determinadas condições de compra que não estarão disponíveis em nenhum outro momento do ano.

Assim sendo e considerando que os filhos crescem rápido, você pode segmentar na base do seu CRM, por exemplo, pais de bebês com até 1 ano de idade e propor a aquisição de peças para crianças um pouco mais velhas, porém, com uma condição imperdível que, mesmo daqui a 1 ano, ainda vai valer a pena.

Isso parece funcionar somente para roupas, contudo, também dá certo para alguns brinquedos que “nunca” saem de linha (velotrol, bicicletas, personagens famosos, heróis, bonecas e etc.), então, olhe para o seu estoque e veja como adaptar essa estratégia.

E por fim, outra linha que vende bastante no dia das crianças são os vestidos.

Em nossa experiência prática, atendendo clientes como a Fábula e outras, criar campanhas focadas nesses produtos é uma excelente ideia.

E agora que chegamos até aqui, te perguntamos: na sua marca, quais estratégias você tem aplicado para vender mais no dia das crianças?

Conte pra gente nos comentários deste artigo. Até breve!

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *